quarta-feira, 24 de abril de 2013

Eu sai sem meu filho!!

  E só tenho uma palavra pra descrever: bizarro, MUITO bizarro. Acho que desaprendi a andar de salto, dançar, a beber e a viver em sociedade. Virou tudo coisa decorada... parecia que era a primeira vez que eu estava em uma festa. Dizem que com o tempo você com o tempo reacostuma... veremos!
  Algumas semanas atrás minha irmã me avisou que teria aniversário dela e de algumas amigas no pub, na hora que fiquei sabendo já falei: vam'bora!!! Naquela sisma minha de deixar pra depois sentimentos e pensamentos... Eu queria ir, eu PRECISAVA sair um pouco de casa depois desses quase 4 meses de confinamento. Eu ia e ponto final, aconteça o que acontecer eu vou.
  O namorado não poderia ir pois teria que trabalhar... mais um motivo pra não ir, além de todos os outros motivos que deixar meu filho longe de mim desencadearia. Foi chegando o dia e eu adiando, adiando, não queria nem pensar, combinei com a minha mãe para ela ficar com ele e pronto, eu ia sim!
  Chegou o dia, tomei banho então, dei banho no meu amorzinho, fiz massagem dei mama e fui me arrumar, aí que comecei a ficar com medo... vai que ele chora? Já que tem chorado sempre quando vou pra faculdade... Vai que não é suficiente o leite, vai que? vai que? Mandei os pensamentos embora, deixei ele com a minha mãe e fui!
  Bem... Foi muito bom falar com gente adulta, sobre coisas de adulto tipo, bolsa de valores etc.. #soquenão Você pode se afastar do seu filho mas ele não vai se afastar de você! Esteja você na faculdade, numa festa ou até mesmo na padaria, desde o momento que você engravida o assunto é sempre ele, seu filho. Você ficou pra segundo plano colega, se acostume! E então a noite foi assim, falando no Jean e do Nicolas, falando que eu estava preocupada, ficando preocupada, tomando água mineral, ligando pra saber se estava tudo bem - e estava - e voltando pra casa as 11 horas da noite. Sinceramente? Até foi bom pelo ambiente, ver amigos e tudo... mas... bem, a gente fica vidrado no filho, principalmente se é novinho como o meu... não da pra aproveitar muita coisa não, mas valeu a experiência... quero repetir agora com namorido e voltando mais tarde, será que rola??? Depois conto aqui pra vocês... O Nicolas enquanto estava fora brincou com a minha mãe, tomou meu leitinho no copinho e dormiu, um verdadeiro reizinho!! No fim deu tudo certo, acho que da próxima aproveito mais e fico menos preocupada, será?


3 comentários:

  1. Eu me senti assim tbm menina. Nunca tinha saido de casa sem a Sophi,_ tipo o maximo ir e voltar da padaria que é uma quadra de casa, ou em uma loja em 5min. _ sempre desejando dar uma saidinha, usar maquiagem, salto, roupa de festa _comprei uma saia igual a tua faz 5 meses, nunca usei_, toda pronta, hora de ir pra festa, Sophia dormindo, amamentada, sabia que das 10, ate as 3 ou 4 da manha ela estaria dormindo, e tambem estaria em boas mãos, estaria com a melhor vovó do mundo, mas mesmo assim, meu coraçao a mil, eu e o meu namorido estavamos muito unido naquele momento, e calados, faltava algo, nossa pequena. Meu peito esquenta va, lembrava do que as pessoas me falavam, mãe sabe quando a filha quer mama, ligava, mandava mensagem, e ela estava ben, e dormindo, mas eu não dava conta de me divertir. Faltava algo, ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. incrível como nao conseguimos nos desligar deles!!

      Excluir
  2. Nossa dói mesmo….e já criando independência dos pais!! Eu imagino quando os meus tiverem 17 anos ou 18 não sei mas só sei que sera muito difícil ver meus baby partindo .

    ResponderExcluir